Aviação executiva mantém movimentação expressiva no Aeroporto Pedro Pereira dos Santos

Patos de Minas tem dado importantes passos para voltar a operar voos regulares no Aeroporto Pedro Pereira dos Santos. Isso porque, nos últimos anos, efetivou-se no local uma série de melhorias como, por exemplo, a instalação de estação meteorológica e de gerador e a construção da sala de embarque. Essas e outras adequações foram inspecionadas – e aprovadas – por técnicos da Azul Linhas Aéreas na última sexta-feira (20). Eles consideraram a infraestrutura adequada aos critérios exigidos pela empresa para recolocar o município na rota de embarque e desembarque. 

Segundo o assessor da presidência da Azul, Ronaldo Veras, Patos de Minas está entre as localidades mineiras nas quais a empresa pretende iniciar atividades. “Estamos numa negociação adiantada com o Governo de Minas Gerais, e estão sendo feitos levantamentos em alguns aeroportos. A partir dessas inspeções, aliadas às nossas pretensões no estado, contemplaremos alguns municípios. Lógico que temos interesse em Patos de Minas, pelo potencial da cidade e da região”, disse, acrescentando que a situação deve ser definida esta semana.

Segundo o gestor do Aeroporto Municipal de Patos de Minas, Fábio Mata, o aeródromo está homologado para receber aeronaves com até 72 passageiros. “A manutenção e os investimentos são contínuos. Temos um espaço seguro”, diz ele, destacando a expressão da aviação executiva no local. “Em agosto e setembro deste ano, por exemplo, tivemos, em cada mês, entre 400 e 500 embarques e desembarques e entre 150 e 200 pousos e decolagens. É um dos maiores tráfegos de Minas Gerais no segmento executivo, em alguns dias superando o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.”

Demais adequações – Em ação conjunta com a Associação Clube de Aviação do Alto Paranaíba, a prefeitura está finalizando o terminal de passageiros, agora equipado com raio-x e detector de metais para inspeção de segurança nas bagagens e nos passageiros. Além disso, novas áreas para instalação de postos de abastecimento de aeronaves estão sendo licitadas, ampliando inicialmente para 150 metros cúbicos a capacidade para armazenamento de combustível. 

A continuidade para ampliação do aeródromo está assegurada no Plano Diretor Aeroportuário (PDIR) do Aeroporto Municipal de Patos de Minas. “O plano está ajustado à evolução do transporte aéreo, ampliando em cerca de 20 hectares a área atual. Também está prevista a construção de terminal de passageiros com quatro slots e capacidade para atender a aeronaves de médio porte”, informa o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves. A ampliação da pista de pouso e decolagem e a execução da pista de taxiway também estão previstas no projeto.