Minas oficializou a posição de vacinar todo o público de 12 a 17 anos; ainda não foram enviadas doses para esse grupo

Patos de Minas inicia a vacinação contra Covid-19 para adolescentes de 12 a 17 anos nessa quinta-feira (23/9). Os primeiros a serem atendidos são os deficientes permanentes e as gestantes/puérperas, seguidos das pessoas com comorbidades. As doses para esse público serão aplicadas no antigo Projeto Saci (Rua Ouro Preto, 777, Bairro Várzea), conforme calendário a seguir:

D1-adolescentes

Demais adolescentes – Em recente reunião com os gestores municipais, o Governo de Minas Gerais informou que o estado não mais seguirá a orientação do Ministério da Saúde. Portanto todo o público dos 12 aos 17 anos será vacinado, incluindo as pessoas sem comorbidades. Até o momento só foram enviadas doses para os grupos prioritários, mas a prefeitura já está preparada para o atendimento completo. 

Documentação a ser apresentada: todos os adolescentes devem apresentar termo de assentimento assinado pelos pais ou responsável legal como forma de garantir o recebimento da vacina (clique aqui para baixá-lo). Esse documento ficará retido pela Secretaria Municipal de Saúde, portanto deve ser original e impresso.

É preciso levar também carteira de identidade ou certidão de nascimento, CPF (ou cartão SUS) e comprovante de residência em Patos de Minas (pode ser em nome dos pais ou responsável). 

Comorbidades: as comorbidades prioritárias estão estabelecidas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, sendo as mesmas previstas na etapa para adultos. Entram, por exemplo, Síndrome de Down, pneumopatias crônicas graves, anemia falciforme e diabetes. Já epilepsia não está na lista (consulte aqui– a planilha completa).

O adolescente com comorbidade precisa apresentar laudo médico indicando essa condição, e ela deve vir descrita exatamente como está definida na planilha acima citada.

– Deficiências: quanto às deficiências, entram motoras, auditivas, intelectuais e visuais, lembrando que elas precisam obstruir a participação plena e efetiva do indivíduo na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.Por exemplo, no campo da visão, estão listadas apenas cegueira, baixa visão e visão monocular (consulte aqui mais informações). 

– Grávidas e puérperas: além do termo de assentimento, as adolescentes grávidas devem apresentar o cartão de gestante, enquanto aquelas que deram à luz ha até 45 dias podem apresentar o cartão gestante, o documento da alta hospitalar ou a certidão de nascimento da criança.