Clientes que se enquadrem nas situações de renegociação devem acessar os canais de atendimento da companhia e solicitar o serviço

A persistência e o agravamento da pandemia de Covid-19 têm feito com que continuem em vigor várias medidas relacionadas ao isolamento social e à interrupção de diversas atividades econômicas. Diante dessa realidade, o Governo de Minas e a Copasa anunciaram, na última quinta-feira (18), condições especiais para renegociação de dívidas de clientes da companhia.

Uma das medidas visa atender clientes da Tarifa Social, determinando que até 31/5/2021 não haverá suspensão do abastecimento das pessoas que recebem esse benefício social. Também não haverá incidência de juros e multas em caso de atraso nas contas desse período. Clientes que já estão em débito com a companhia têm condições especiais para pagamento: parcelamento das faturas atrasadas sem entrada, sem cobrança de juros e multas e em até 36 vezes.  A adesão deve ser feita até o dia 15/5/2021 no site da Copasa (copasa.com.br).

No caso de clientes da categoria comercial e de ramos de atividades abrangidos pelo Decreto Municipal nº 17.566 de Belo Horizonte e pelas Deliberações 130 e 138  do Comitê Extraordinário que tenham faturas com vencimento a partir de 18/3/2021 até 17/4/2021, o prazo para pagamento será adiado para 17/5/2021. O parcelamento, sem juros e multas, dos valores das faturas desse período deverá ser formalmente solicitado pelo canal Fale Conosco no site da Copasa.

Quanto aos contratos especiais de demanda (grandes volumes) com a Copasa, os clientes poderão requerer que o faturamento do período de 18/3/2021 a 17/4/2021 seja apurado pelo consumo real medido, caso o volume de água consumido esteja menor do que o volume contratado.

Já os clientes que possuem débitos pendentes ou abastecimento interrompido podem aderir à Campanha de Parcelamento Especial, em condições facilitadas. A medida objetiva minimizar os impactos financeiros e econômicos causados pelo isolamento social durante a pandemia. Para as categorias residencial, comercial, industrial e pública, a negociação possibilita parcelamento em até 24 vezes, com entrada de 5% e juros de 0,5% ao mês. A Copasa ressalta que, em circunstâncias normais, o parcelamento exigia entrada de 20% do valor da fatura e incidia 1% de juros ao mês. Assim como no caso da Tarifa Social, a adesão deve ser feita até 15/5/2021 no site da Copasa.

Canais de atendimento – O parcelamento do débito pode ser solicitado pela Agência Virtual em www.copasa.com.br. No site é possível fazer simulação e emissão da fatura de entrada automaticamente. No caso de dúvidas, o cliente pode também entrar em contato pelo Fale Conosco. A companhia de saneamento ressalta que, para o atendimento ser mais rápido, o cliente deve ter em mãos o CPF cadastrado na Copasa.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Copasa