Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, é vencer o inimigo que temos em comum, o coronavírus”, disse a coordenadora da Vigilância Sanitária

Durante fiscalização na noite dessa sexta-feira (5), a força-tarefa contra a Covid-19 interditou por 15 dias um bar na Rua Olegário Maciel, região central da cidade. O estabelecimento, reincidente no descumprimento de medidas, não seguia normas previstas no Decreto 4.992/2021, publicado esta semana. Já na manhã deste sábado (6), uma barraca da Feira Livre do Produtor teve as atividades encerradas por permitir aglomeração na fila e consumo no local. 

Ainda ontem, também na Rua Olegário Maciel, uma lanchonete foi notificada pela primeira vez por falta de cuidados preventivos. Após denúncia, os fiscais estiveram no local e confirmaram que o proprietário embalava os lanches, conversando sobre eles, sem usar máscara de proteção facial. Embora ele tenha se recusado a assinar a notificação, o auto de constatação foi concluído. Outros dois estabelecimentos foram notificados: um bar na Rua Bariris, Bairro Cerrado, e um supermercado/mercearia na Avenida Fátima Porto. 

Duas denúncias enviadas na noite de ontem via patosconectado.com.br, relativas a estabelecimentos nas ruas Minas Gerais e Jaime Ramos, não eram procedentes. Em rondas por outras regiões, como nas avenidas Padre Almir e Marabá, não foram encontrados problemas. “No geral, os estabelecimentos estão cumprindo o decreto e normas anteriores. O momento é dessa união. Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, é vencer o inimigo que temos em comum, o coronavírus”, disse a coordenadora da Vigilância Sanitária, Marcela Porto. 

Mais uma vez, o apoio da Polícia Militar fortaleceu a atuação da força-tarefa municipal. Os militares, mesmo após o encerramento do plantão dos fiscais, continuaram efetuando rondas pela cidade e munindo a Vigilância Sanitária de informações e documentos que serão utilizados para execução das ações cabíveis.