Seguindo critérios de prioridade, serão vacinados demais profissionais da rede hospitalar (pública e privada) e trabalhadores da Atenção Básica

A Vigilância Epidemiológica retirou, nessa segunda-feira (1⁰), doses referentes à segunda remessa de vacinas contra a Covid-19 enviada pelo Governo estadual. Desta vez, o município tem direito a 4.400 doses, sendo 2.300 da AstraZeneca e 2.100 da CoronaVac (das quais 1.050 ficam retidas para garantir a segunda dose, aplicada no prazo de 14 dias). Dessa forma, será possível atender 3.350 pessoas. 

Seguindo os critérios de prioridade, serão vacinados demais profissionais da rede hospitalar (pública e privada) e trabalhadores da Atenção Básica (agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, por exemplo). A expectativa é que, já desta vez, seja possível atender acamados com idade acima de 75 anos. Conforme cadastramento, esse público tem mais de 300 pessoas. 

“Possivelmente não consigamos vacinar todos esses idosos com essa segunda remessa, mas vamos começar”, explicou a gerente da Vigilância Epidemiológica, Elizaine Bicalho. Os demais grupos prioritários serão vacinados à medida que novas doses cheguem a Patos de Minas. É importante frisar que a definição de quem vacinar e a ordem a seguir não é feita pelo poder público local. Seguem-se definições dos governos federal e estadual.