Quarto deste ano, Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti foi realizado em todos os bairros da cidade

O Programa Municipal de Combate à Dengue realizou o quarto LIRAa de 2022, que apontou médio risco de infestação predial por Aedes aegypti em Patos de Minas (índice 1,5). Os dados foram coletados de 25 a 27 de outubro em todos os bairros da cidade, totalizando 4.027 imóveis visitados. 

Sobradinho, Brasil, Brasília, Distrito Industrial III, Nossa Senhora Aparecida, Santa Terezinha, Santo Antônio, São José Operário, Várzea e Lagoa Grande foram os bairros com a maior quantidade de larvas do mosquito, mas foram encontradas larvas em quase todas as localidades. Os principais criadouros (recipientes que acumulam água e colaboram para a proliferação das larvas), foram: depósitos a nível do solo, latas, pratos embaixo de vasos de planta, bebedouro de animais, garrafas, lixo doméstico e de construção. 

Diante do resultado do LIRAa, o PMCD intensificará os trabalhos, por exemplo com os mutirões de recolhimento de materiais inservíveis que podem acumular água. Contudo é necessário lembrar que a colaboração de toda a comunidade é essencial para que a prevenção e o combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela seja eficaz.

As visitas domiciliares também continuam, sendo muito importante que a população abra as portas dos seus imóveis para os agentes de combate a endemias. Eles tanto realizam o tratamento com larvicida (quando necessário) quanto informam e mobilizam os moradores para atuar conjuntamente com o poder público. 

Todos os servidores do PMCD trabalham devidamente uniformizados. Em caso de dúvidas, orienta-se que o morador pergunte o nome e a matrícula do agente e peça para ele aguardar do lado de fora do imóvel até que se faça contato pelo telefone 3822-9755 e certifique a informação. Esse telefone também é WhatsApp.