Ele também se reuniu com vereadores da Comissão de Saúde para tratar da situação de Patos de Minas

O prefeito Luís Eduardo Falcão visitou, na tarde de hoje (12), o Hospital de Campanha. Na ocasião, o chefe do Executivo patense conversou com pacientes e profissionais de saúde que trabalham no local sobre as condições de atendimento e a dura realidade enfrentada por eles nos últimos dias. 

Juntamente com a secretária de Saúde, Ana Carolina Magalhães Caixeta, o prefeito também acompanhou a montagem dos novos leitos intermediários e de UTI que foram instalados durante o dia no HC e já estão ativos. Essas vagas atenderão a população de Patos de Minas e da região, trazendo alívio aos pacientes que requerem assistência hospitalar em razão da Covid-19.

São 17 leitos ao todo, e eles vêm para complementar outras medidas já tomadas pelo poder público de Patos de Minas em razão do crescimento de casos da infecção. Entre elas estão, por exemplo, a publicação de decretos limitando o horário de funcionamento do comércio e proibindo a venda de bebidas alcoólicas durante dez dias, até o próximo domingo (21). 

“Os pacientes internados no Hospital de Campanha nos relataram que o tratamento recebido é de qualidade e que a equipe atua com cuidado e dedicação. Também nos disseram que têm acompanhado o esforço da prefeitura para melhorar o atendimento como um todo. E isso é verdade, nosso trabalho tem sido diário, 24 horas, nesse sentido”, disse Falcão. 

Com vereadores – Logo após a visita, o prefeito reuniu-se com a Comissão de Saúde da Câmara Municipal, composta pelos vereadores Cabo Batista, Gladston Gabriel, José Eustáquio e Vitor Porto. Os parlamentares demonstraram preocupação com o cenário vivido na região como um todo, que possui 100% dos leitos ocupados em hospitais públicos e particulares.

Falcão reiterou o compromisso da prefeitura em relação ao atendimento dos pacientes com Covid-19 e pediu o auxílio dos vereadores na divulgação das medidas de prevenção necessárias para que os números diminuam nas próximas semanas. 

São Lucas – Questionado sobre a negociação com o Hospital São Lucas, o chefe do Executivo salientou que a prefeitura fez todos os esforços possíveis para que novos leitos fossem credenciados. Em conjunto com a Secretaria de Saúde, entendeu-se, devido à urgência do momento, que a viabilidade de abrir novos leitos no HC é maior. Sendo assim, a abertura de leitos no São Lucas não está descartada, mas, neste momento, não será efetuada. 

A Secretaria de Saúde, a Vigilância Sanitária, o Legislativo e Executivo municipais continuam unidos no combate ao coronavírus, com fiscalização intensa no fim de semana e no carnaval, ressaltando-se que está terminantemente proibida a comercialização de bebidas.