Itens de limpeza, higiene pessoal, cestas básicas e kits de pintura estão entre os produtos entregues

Na manhã desta quinta-feira (3), voluntários e servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social, acompanhados do prefeito Luís Eduardo Falcão, começaram a distribuição de kits às famílias atingidas pela enchente do Rio Paranaíba, ocorrida em janeiro. A entrega foi iniciada no Jardim Paulistano e terá sequência durante os próximos dias, chegando a todos os bairros afetados. 

Os produtos são frutos da campanha “Patos Solidária”, promovida pelo Centro de Arrecadação e Ajuda Humanitária Permanente (CAAHP), vinculado à Defesa Civil. Por meio dela, foram arrecadadas mais de duas mil cestas básicas, 200 colchões, mais de 30 mil kits de higiene pessoal e limpeza, além de R$ 60 mil. Parte desse valor em dinheiro foi aplicada na compra de 200 kits de pintura (contendo tinta, pincel e outros itens).

Na cidade, 21 famílias ficaram desabrigadas, mas já voltaram para casa. Outras 250 ficaram desalojadas, sendo que parte delas já regressaram para as suas residências. A Defesa Civil está vistoriando outros imóveis, de modo a garantir, o quanto antes, o retorno seguro das demais pessoas afetadas pela cheia. 

Materiais saindo da sede do CAAHP, na Ceasa, para ser entregue às famílias

As secretarias de Desenvolvimento Social e de Obras Públicas, com apoio também da Secretaria de Educação, prestam assistência aos moradores desde o início da enchente, seja com a própria mudança ou com a doação de alimentos e demais itens necessários. Dezenas de funcionários da prefeitura foram direcionados para esse atendimento prioritário, que recebeu apoio muito importante da iniciativa privada. 

Um dos moradores a receber os kits nesta quinta-feira foi Alex Dário Silva, que ressaltou diretamente ao prefeito Falcão a importância da assistência prestada por todos os órgãos. “Eu vivi a enchente de 92, eu era criança, mas eu lembro. E apoio igual a esse que estamos tendo aqui hoje, eu nunca vi. Defesa Civil, Bombeiros, as meninas da prefeitura, todo mundo muito atencioso, muito acolhedor”. 

As famílias vítimas da inundação receberão os kits em seus endereços cadastrados no Centro de Apoio às Vítimas das Enchentes (CASVE), não havendo necessidade de procurar a prefeitura ou a secretaria para retirada dos materiais.