Ciente da importância e efetividade da microchipagem animal para reduzir o abandono e até mesmo os casos de maus-tratos, a Prefeitura de Patos de Minas inicia hoje (21/11) a identificação eletrônica de cães e gatos castrados por meio do convênio com a Aspaa. A iniciativa é conduzida pelo Centro de Controle de Zoonoses e pela Vigilância em Saúde Ambiental.

Quatro equipes de agentes sanitários do CCZ irão até a casa dos tutores (seguindo o cadastro dos animais) para aplicar o chip. “Será uma força tarefa, pois somente em 2021 castramos 1.760 animais. Queremos ainda este ano microchipar pelo menos 900 deles”, explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental, Geize Marques.

Atualmente todos os cães e gatos castrados pelo convênio com a Aspaa recebem também a identificação eletrônica. Já são mais de 1.000 animais nessa condição. Os chips utilizados foram doados pelo Governo de Minas Gerais, por meio do programa “Conheça seu Amigo”, havendo ainda parte adquirida pelo município com recursos próprios.

Tutores que tiveram animais castrados pela Aspaa, seja por pertencer aos grupos elegíveis ou por terem adotado cães e gatos lá atendidos, podem entrar em contato com a Zoonoses em caso de dúvidas: 3822-9624.