Vítimas procuraram o órgão, que acionou a PM para lavrar boletim de ocorrência e fazer busca dos golpistas

O Procon de Patos de Minas acionou a Polícia Militar, nesta quinta-feira (14), para comunicar a prática de um golpe na cidade, sendo idosos o público-alvo. A medida foi tomada após dezenas de pessoas procurarem o órgão e denunciarem que um grupo está oferecendo massageadores a preço muito acima do praticado no mercado. A PM lavrou boletim de ocorrência e já faz buscas para prender a quadrilha.

“Segundo os relatos, os vendedores apresentam-se como pessoas ligadas ao Governo federal. Então fazem uma consulta falsa no cartão SUS do provável cliente e, depois disso, informam que ele tem direito a um desconto oferecido pela União para adquirir o massageador. Acabam induzindo o consumidor ao erro e fazem com que ele subscreva o contrato de compra e venda”, explica o coordenador do Procon Municipal, Rafael Godinho Nogueira. 

A orientação é que qualquer morador que receba a visita do grupo comunique de imediato a polícia, pelo 190, e informe o endereço. Informações relativas à atuação dos golpistas também podem ser repassadas ao Procon pelo telefone 3822-9139. “As pessoas devem sempre desconfiar de atitudes nesse sentido. O governo não enviará vendedores de casa em casa para oferecer desconto, pedir dados pessoais ou vender coisa alguma”, alerta Rafael Godinho. 

Outros golpes – O alerta do Procon vale para outros golpes que estão ocorrendo em todo o país, inclusive em Patos de Minas. Um deles é aplicado por telefone e também usa o Governo federal como isca. “Os golpistas se apresentam como agentes do Ministério da Saúde e dizem que estão realizando pesquisa sobre Covid-19 ou sobre vacinação contra o coronavírus. Acabam solicitando dados pessoais ou enviando links para clonagem de dados. Toda atenção é necessária”, reforça o coordenador do órgão.