Dados já levantados pelo programa e análise preliminar do projeto serão apresentados em webconferência que acontecerá na próxima segunda-feira

Com o objetivo de dar continuidade ao trabalho de proteção de mananciais, a Secretaria Municipal de Agricultura, por meio do Programa Pronascentes, deu início, em janeiro deste ano, ao diagnóstico hidroambiental da microbacia do Córrego Serrote, na região conhecida como Baixadinha. Os dados obtidos a partir do estudo serão utilizados para elaboração de propostas de intervenção nos cursos d’água dessa microbacia. O projeto conta com a parceria do CIMA, do Colmeia/Patos e, nas próximas etapas, contará também com o apoio de técnicos da Emater/MG nos trabalhos de levantamento de campo. A previsão é que o diagnóstico esteja concluído até maio.

O Córrego Serrote é afluente direto do Rio Paranaíba e situa-se a montante da captação da Copasa, ou seja, está localizado antes da região de onde a companhia retira água para abastecer Patos de Minas. Segundo a bióloga e coordenadora do Pronascentes, Eni Amaral, “essa microbacia é importante contribuidora da vazão hídrica do Paranaíba, especificamente no trecho do rio próximo à captação de água para o abastecimento humano de nossa cidade”, informou, acrescentando: “O diagnóstico é de suma importância para que o trabalho de proteção, recuperação e revitalização ambiental das nascentes e cursos d’água aconteça de forma efetiva”.

Os dados técnicos já levantados pelo Pronascentes e a análise preliminar do projeto socioambiental de proteção e preservação do Córrego Serrote serão apresentados na próxima segunda-feira (22) – Dia Mundial da Água. A apresentação ocorre durante a videoconferência “Recursos Hídricos de Minas Gerais (Águas do Alto Paranaíba e Noroeste Mineiro)”, que está sendo organizada pelo Colmeia para celebrar a data em Patos de Minas. 

Esse evento traz ainda a exposição de dados do monitoramento da qualidade da água de Patos de Minas e de análises ambientais do resultado da coleta hídrica e da qualidade de água da nascente urbana Biquinha do Caramuru. O público em geral poderá acompanhar a videoconferência, acessando o link https://teams.microsoft.com/l/meetup-join/19%3ameeting_OTIyYzkzNzItZTE5My00NzM1LTg2OTUtYTU5MmUyYmUxMTgy%40thread.v2/0?context=%7b%22Tid%22%3a%22b7c8.