Assunto foi tratado em recente reunião entre representantes das redes pública e privada de saúde

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde e de hospitais particulares reuniram-se esta semana para, entre outros assuntos, tratar da importância de conscientizar os doentes crônicos a manterem o tratamento mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo relato de profissionais do setor, tem sido comum os pacientes procurarem os médicos com o quadro clínico mais agravado.

“Para o doente crônico é importante fazer o acompanhamento, marcar a consulta por meio do agente de saúde e assim manter a doença controlada”, ressaltou o ortopedista José Roberto Barbosa, presente na reunião. “Nossa ideia é iniciar uma campanha alertando o paciente com diabetes, hipertensão, asma e outros males crônicos a não abandonar o tratamento durante a crise que vivemos neste momento”, acrescentou o secretário de Saúde, Carlos Antônio Silva Rezende.

Representantes da rede privada informaram que muitos profissionais já aderiram às teleconsultas para acompanhar o paciente, e a prática tem sido boa opção em tempos de disseminação do coronavírus. A sugestão foi de que o município se adeque para também oferecer consultas médicas de forma remota, via videoconferência ou aplicativos de videochamadas. O secretário de Saúde acatou a ideia e disse que iniciará os trâmites para implantar a modalidade na rede pública local.

Também participou da reunião a presidente da Associação Médica Regional de Patos de Minas, Nara Regina Nunes Vieira, que colocou a entidade à disposição para treinar profissionais da saúde pública quanto a teleconsultas. A associação também será parceira do município em treinamentos de profissionais das redes pública e privada para tratamento de pacientes suspeitos e confirmados com Covid-19.