Chefe do Executivo patense e secretário municipal de Saúde participaram da videoconferência e expuseram preocupação com o cenário que vem se desenhando

O crescimento do número de confirmações de Covid-19 na macrorregião de saúde Noroeste, da qual Patos de Minas é cidade polo, é acompanhado com preocupação pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Nessa terça-feira (2), por videoconferência, o titular da pasta, Carlos Eduardo Amaral, conversou a esse respeito com representantes de municípios que integram a macrorregião. O prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves e o secretário municipal de Saúde, Carlos Rezende, participaram da reunião e também expuseram apreensão com o cenário que vem se desenhando. 

Segundo Amaral, o Governo estadual tem acompanhado os efeitos das flexibilizações por meio do número de notas fiscais emitidas na região, em especial em Patos de Minas. “Segundo o secretário, o município está emitindo notas fiscais acima da média de outras cidades mineiras, o que mostra comércio e serviços bastante ativos em tempo de pandemia. Ele deixou manifestada a preocupação com o aumento dos casos aqui, ressaltando que exercemos liderança na região e recebemos pacientes de fora”, disse Carlos Rezende. 

Ainda conforme o secretário municipal de Saúde, embora buscam-se formas de ampliar a estrutura hospitalar local, essa ampliação é limitada e pode não ser suficiente sequer para suprir a necessidade dos municípios mais próximos a Patos de Minas. “Hoje o Hospital Regional tem dez leitos de UTI e nove leitos clínicos para Covid-19. Temos alguns agravantes que precisam ser considerados, como o fato de recebermos cerca de 25 mil trabalhadores safristas, de contrato temporário, e estarmos entre os eixos Rio de Janeiro-Brasília e São Paulo-região Nordeste”, ponderou. 

As considerações do secretário de Saúde de Minas causaram preocupação também na diretora-adjunta da Superintendência Regional de Saúde, Noemi Portilho, que acompanhou a videoconferência. “Vimos que a velocidade de crescimento da curva de contaminação por Covid-19 na macrorregião Noroeste é 1.57, maior do que o 1.27 do estado. As medidas de isolamento surtiram efeito por um bom tempo, e isso foi importante. É preciso seguirmos cautelosos para não entrarmos em colapso.”

Medidas –  Mediante o aumento do número de pacientes com Covid-19 no município, o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus deliberou a adesão irrestrita ao Programa Minas Consciente, o que resultará em mudanças. A decisão segue também recomendação do Ministério Público Estadual. Por sua vez, a Secretaria de Saúde anunciou ações mais enérgicas, como a instalação de barreiras sanitárias restritivas.

Detalhes dessas decisões serão anunciados em coletiva de imprensa marcada para as 9h desta quarta-feira (3). A entrevista será transmitida ao vivo pelo Instagram (@prefeiturapatosdeminas) e pelo canal do Youtube (Prefeitura Patos de Minas) do Executivo local.