Protocolo de segmentos da onda branca

Destina-se às atividades econômicas, como agropecuária e indústria, e também aos demais estabelecimentos que não possuem protocolo específico dentro da onda verde.

 

As macrorregiões de saúde Noroeste e Sudeste avançaram para a onda branca, juntando-se às regiões Centro-Sul e Leste do Sul.

Saiba o que pode ou não abrir na onda verde

As atividades essenciais discriminadas no Plano Minas Consciente foram listadas junto com os protocolos de cada segmento em anexo do Decreto 4.859. 

O Comitê Extraordinário Covid-19 divulgou nessa quinta-feira (16) a nova classificação de diversas regiões do estado de acordo com o Plano Minas Consciente. Após análise dos impactos de uma possível reabertura de novos setores, a macrorregião de saúde Noroeste, da qual Patos de Minas faz parte, avançou da onda verde para a branca, o que significa mais atividades autorizadas a funcionar.

A mudança na classificação das macrorregiões é analisada semanalmente pelo comitê estadual com base em dados apresentados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). São avaliados indicadores como taxas de controle da doença e índice de ocupação de leitos para liberação progressiva das atividades econômicas. Até dia 15 de julho, 199 prefeituras tinham aderido ao Minas Consciente, impactando mais de 4,1 milhões de pessoas (acesse o link adesão e saiba quais municípios fazem parte do plano).

Em termos práticos, devido ao avanço da onda verde para a branca, há ampliação das atividades que podem oferecer atendimento presencial. Além dos serviços considerados essenciais, elencados pelo Minas Consciente, na nova classificação também estão autorizados viveiros e floriculturas, comércio varejista de brinquedos, artigos esportivos, móveis e colchões, autoescolas, escritórios de advocacia e de contabilidade, por exemplo (clique aqui e confira a tabela de ondas).

Ainda há estabelecimentos que seguem impedidos de funcionar, como: papelarias; cabeleireiros, atividades de estética e outros serviços
de cuidados com a beleza; varejo de vestuário, acessórios e calçados; varejo de eletrodomésticos; varejo de instrumentos musicais e acessórios; agências de viagem; academias; instituições de ensino.

Vale ressaltar que, embora o avanço seja positivo,  é preciso permanecer  atento às medidas de prevenção contra o coronavírus, para que os números possam ser reduzidos, e nova progressão de onda seja possível. Portanto usar a máscara, manter a higienização das mãos com água e sabão e com álcool em gel, bem como evitar aglomerações continuam sendo atitudes fundamentais e necessárias para controle da disseminação da Covid-19.

ONDA VERDE

L

ONDA BRANCA

Auto Escolas

Retorno gradual de maneira presencial das aulas de legislação.

Orientação para colaboradores, trabalhadores e clientes.

Patos de Minas – Desde o início das medidas de combate à propagação do novo coronavírus, a Prefeitura de Patos de Minas tem realizado várias ações preventivas, além de estruturar, anexo à UPA, o Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19. Também foi criada força-tarefa para fiscalização e montado Hospital de Campanha para atendimento exclusivo de pacientes contaminados pelo coronavírus.

Abaixo confira o painel montado pela prefeitura para monitorar os casos da doença no município.