Prefeitura entende que medidas de combate ao vírus implementadas em Patos de Minas dão condições para permanência em onda menos restritiva e solicita reclassificação ao Governo estadual

Esta semana o Comitê Extraordinário Covid-19 regrediu a macrorregião Noroeste da onda branca para a onda verde no Plano Minas Consciente. Em razão disso, a Prefeitura de Patos de Minas publicou o Decreto 4.879 nessa sexta-feira (31) adequando o município à essa nova orientação do Governo estadual. Assim, de hoje (1º) até 8 de agosto, está permitida a abertura para atendimento presencial apenas das atividades listadas na onda verde. Buscando reverter essa reclassificação, o município enviou ao governador Romeu Zema ofício solicitando que a decisão seja revista.

Leia também: Covid-19: prefeitura solicita ao Comitê Extraordinário de MG reclassificação do município no Minas Consciente 

Os horários de funcionamento continuam sendo os previstos em decretos municipais vigentes. Deve-se observar que a norma publicada ontem retorna o período de funcionamento de supermercados, hipermercados, armazéns, mercearias e atividades similares para 7h às 22h, todos os dias, inclusive sábado, domingo e feriado. O texto também dispensa que postos de combustível encerrem o serviço às 20h durante a semana e às 18h aos sábados e domingos, podendo funcionar de acordo com a conveniência de cada estabelecimento 

Também pelo novo decreto, supermercados e congêneres passam ficam obrigados a controlar o acesso de clientes ao recinto, permitindo a entrada de somente uma pessoa por grupo (familiar ou não familiar). “Temos visto famílias inteiras fazendo compras, o que, neste momento, precisa ser evitado. A ida a supermercados deve ser apenas para o essencial, não a passeio. Precisamos que a população colabore nesse sentido”, pede o coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, Célio Adriano Lopes.  

Novas medidas – O Decreto 4.879 estabelece nova medida de controle por parte de hipermercados, supermercados, bancos, caixas econômicas e cooperativas de crédito, os quais devem medir a temperatura dos clientes e funcionários antes de eles adentrarem no local. A aferição deve ocorrer por meio de termômetro digita,l e, caso a pessoa apresente temperatura igual ou superior a 37,8ºC, fica impedida de entrar, devendo se dirigir imediatamente à uma unidade de saúde. 

Essa medida fica determinada para estabelecimentos acima citados que tenham área igual ou maior a 500 metros quadrados. Eles têm até dez dias, a contar desta sexta-feira, para implementar o procedimento.  

Estágios – Outra mudança é a autorização para retorno de estágios curriculares em instituições de ensino técnico e superior da área da saúde. Os detalhes que norteiam essa liberação estão detalhados nos artigos 6º e 7º do Decreto 4.879. 

Nova versão – Segundo informado pelo Governo de Minas Gerais esta semana, a nova versão do Plano Minas Consciente entra em vigor no dia 6 de agosto. Umas das mudanças é a regionalização, ou seja, a análise dos dados será feita no âmbito microrregional, agrupando um número menor de cidades para contemplar características mais específicas. Com isso, há expectativa que Patos de Minas seja recolocada em onda mais flexível no programa. 

Leia também: Covid-19: nova versão do Minas Consciente é divulgada e entrará em vigor no dia 6 de agosto 

 

Abaixo, seguem algumas atividades cujo funcionamento é autorizado na onda verde. O horário de atendimento presencial deve obedecer aos decretos municipais vigentes. A lista completa pode ser acessada aqui.

 

Alimentos:

-hipermercados; supermercados; minimercados; mercearias e armazéns; sacolões de hortifrutigranjeiros (segunda a domingo: 7h às 22h)
-feiras livres
-padarias e confeitarias; açougues e peixarias (não há horário definido)
-restaurantes, sem venda de bebida alcoólica para consumo no local (segunda a sexta-feira: 8h às 16h / sábados, domingos e feriados: 8h às 15h)
-bares: o funcionamento só está autorizado para servir refeições e lanches, sem venda de bebida alcoólica para consumo no local e sem entretenimento (todos os dias da semana até 20h)
-lanchonetes e similares, sem venda de bebida alcoólica para consumo no local; comércio varejista de doces, balas, bombons, sorvetes e semelhantes (todos os dia da semana: 7h às 20h)
-lojas essenciais no interior do Mercado Municipal (segunda a sexta-feira: 8h às 16h; sábados, domingos e feriados: 8h às 14h)

Bancos e seguros:

-caixas econômicas (8h às 14h)
-casas lotéricas [segunda a sexta-feira: 8h às 17h / sábado: 8h às 14h (somente em sábados em que a CEF abrir)]
-correspondentes bancários (8h às 17h)
-agências bancárias e cooperativas de crédito (das 7h às 12h)
-planos de saúde (segunda a sexta-feira: 12h30 às 18h30 / sábado: 8h às 12h)
-seguros de vida e demais seguros (segunda a sexta-feira: 12h30 às 18h30 / sábado: 8h às 12h)

Atividades acessórias:

-reparação e manutenção de equipamentos de informática e comunicação: (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-chaveiros; reparação de veículos não motorizados, de equipamentos eletrônicos, de calçados, bolsas e artigos de viagem, de relógios, de artigos de mobiliário (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-lavanderias; pet shop (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-atividades funerárias (não há horário definido)
-atividades de fotocópia, impressão e serviços de pré-impressão e acabamentos gráficos (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-comércio varejista de artigos de armarinho e tecidos (12h30 às 18h30)

Construção civil e afins:

-construções de imóveis e obras de instalações em construções (não há horário definido)
-comércio varejista de tintas e materiais de pintura, de material elétrico, de vidros, de ferragens e ferramentas (segunda a sexta-feira: 7h às 13h)
-comércio varejista de material de construção (segunda a sexta-feira: 7h às 13h)
-fabricação de estruturas metálicas e obras de caldeiraria pesada (não há horário definido)
-fabricação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras (não há horário definido)
-fabricação de painéis e letreiros luminosos (não há horário definido)
-fabricação de móveis (não há horário definido)

Automóveis e afins:

-manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso geral (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-comércio a varejo de automóveis, motocicletas e utilitários novos e usados (12h30 às 18h30)
-manutenção e reparação de veículos automotores e motocicletas: oficinas mecânicas; lanternagem e pintura; autoelétricas; alinhamento e balanceamento; borracharias; capotaria (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-instalação, manutenção e reparação de acessórios para veículos automotores e motocicletas (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-lava-jatos (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-estacionamento de veículos (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)
-terminais rodoviários (não há horário definido)
-serviços de reboque de veículos (não há horário definido)
-locação de automóveis sem condutor (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)

Saúde:

-atividades de profissionais da área de saúde: enfermagem, nutrição, psicologia e psicanálise, fisioterapeuta, terapia ocupacional, fonoaudiologia, médicos, odontólogos (não há horário definido)
-atividades de acupuntura e similares (não há horário definido)
-hospitais (não há horário definido)
-comércio varejista de produtos farmacêuticos (não há horário definido)
-comércio varejista de artigos médicos, ópticos e ortopédicos (segunda a sexta-feira: 12h30 às 18h30 / sábado: 8h às 12h)
-comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal (segunda a sexta-feira: 12h30 às 18h30 / sábado: 8h às 12h)
-atividades veterinárias (segunda a sexta-feira: horário integral / sábado: 8h às 12h)

Outros:

-Correios (não há horário definido)
-suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação (não há horário definido)