Instituições religiosos devem seguir protocolo sanitário próprio para a atividade

O retorno das celebrações em igrejas e templos de Patos de Minas está autorizado a partir de 10 de agosto. A medida foi acertada em reunião na tarde desta segunda-feira (3), da qual participaram o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves; os pastores Osmar Marins, Harlows Pimentel Rocha e Cláudio Pacheco; o bispo diocesano Dom Cláudio Nori Sturm; o procurador-geral do município, Jadir Souto Ferreira; o coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, Célio Adriano Lopes; e o vereador Braz Paulo de Oliveira Júnior. 

Na oportunidade, foi apresentado e discutido o protocolo sanitário a ser seguido pelas instituições religiosas. A versão final do documento foi aprovada pelos representantes do segmento. O protocolo traz 41 medidas de prevenção contra a disseminação do novo coronavírus. Dentre elas, destaca-se a que restringe a lotação máxima no local da celebração a 30% da capacidade. O documento ainda prevê a distribuição de senhas para os interessados em participar de missas, cultos ou afins em número compatível com o limite autorizado. Além disso, está determinado:

-manter um pano úmido com produto específico (água sanitária/cloro) no chão para limpeza do solado do calçado na entrada e saída de igrejas e templos religiosos;

-duração máxima de uma hora para eventos, tais como: reuniões, cultos religiosos, missas, palestras, entre outros;

-não é permitida a realização de festividades religiosas, de aniversários, casamentos e festividades em geral;

-não é recomendada a participação de crianças com idade inferior a 10 anos;
-é desaconselhada a participação das pessoas que se encontram inseridas nos grupos de risco.

Acesse aqui o protocolo sanitário completo.