A macrorregião Noroeste, à qual o município pertence, avançou no Minas Consciente e agora também está na fase intermediária do plano

A microrregião de Patos de Minas* continuará na onda amarela do Minas Consciente por mais uma semana, a contar do próximo sábado (29 de agosto a 5 de setembro). A autorização partiu do Comitê Extraordinário Covid-19, do Governo estadual, após reunião nessa quarta-feira (26). Na oportunidade, o grupo decidiu considerar, a partir de agora, os leitos de UTI disponíveis em hospitais privados para calcular a capacidade assistencial no estado. A medida foi tomada após estudo desenvolvido nos últimos 15 dias pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Essa decisão levou a macrorregião Noroeste, na qual o município está inserido, a progredir de onda no programa, passando da vermelha para a amarela. Assim, Patos de Minas está na fase intermediária do Minas Consciente nas duas formas de avaliação. Isso quer dizer que o funcionamento das atividades na cidade continuam como estão, sendo necessário seguir os protocolos sanitários estabelecidos pelo programa e pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19. 

Os cuidados para não propagar o vírus devem ser diários e contínuos, tanto por parte dos empresários quanto dos consumidores, uma vez que a avaliação para mudança de onda no Minas Consciente é semanal. Essa análise leva em conta sete indicadores, divididos em três grupos: incidência, capacidade de atendimento e velocidade de avanço da doença. Os dados são agregados conforme peso e nota de cada indicador. Da última avaliação para a atual, a microrregião de Patos de Minas diminuiu o grau de risco, passando de 12 para 10. 

Apesar da melhora na nota geral, alguns dados ainda preocupam. A taxa de incidência por Covid-19, por exemplo, aumentou de 64,5 para 81,1. Conforme definição do próprio plano estadual, esse indicador é definido como o número de casos novos da doença dividido pela população em risco durante um tempo especificado (por ano ou mês ou semana). Caso o grau de risco fique entre 13 e 19, Patos de Minas e demais cidades da microrregião serão classificadas em fase mais restritiva do Minas Consciente. 


-Acesse aqui planilhas com a nota dos indicadores de todas as microrregiões de Minas Gerais.

*A microrregião é composta por mais dez municípios além de Patos de Minas: Presidente Olegário, Lagoa Formosa, Lagamar, Vazante, Guarda-mor, São Gonçalo do Abaete, Varjão de Minas, Guimarânia, Cruzeiro da Fortaleza e Serra do Salitre.