O hospital, desde sua instalação, já recebeu 83 pacientes, incluindo residentes em Patos e em cidades da região

A equipe de saúde do Hospital de Campanha tem comemorado cada alta médica recebida por pacientes assistidos na unidade. Eles recebem um cartaz com os dizeres “Eu venci o Covid-19” e são acompanhados até a saída por profissionais que lhes prestaram os cuidados. Nessa terça-feira (8), três pessoas voltaram para casa, sendo duas mulheres e um homem, um deles residente em Vazante e dois em Patos de Minas. 

Em vídeo, uma das pacientes, de 59 anos, agradece o acolhimento e a atenção recebidos no hospital: “Todos muito carinhosos, indo sempre ao quarto perguntar se precisávamos de alguma coisa”, disse ela. Na semana passada, um idoso de 77 anos deixou a unidade sob aplausos, depois de permanecer 17 dias internado, cinco deles em UTI. 

Desde sua ativação, em 17 de julho, o hospital, instalado no Centro Clínico do Unipam, recebeu 83 pacientes, dos quais 61 são do município. Nos últimos dias, contudo, os leitos têm sido mais ocupados por moradores de cidades da região. Até o fim da manhã desta quarta-feira (9), por exemplo, 66,7% das vagas preenchidas atendiam pessoas de outras localidades.  

A estruturação desse hospital provisório significou a oferta de mais 32 leitos específicos para tratar pacientes com Covid-19. Desse total, nove são UTIs. Dos 23 clínicos, dez serão transformados em leitos de estabilização, a partir da instalação de respiradores já entregues pelo Governo federal.