Duas vezes por semana, são distribuídos kits com legumes, verduras e frutas doados por produtores rurais que comercializam na Ceasa

É difícil encontrar quem não esteja sentindo os efeitos da pandemia de Covid-19 na renda familiar, e as pessoas em situação de vulnerabilidade social estão ainda mais impactadas neste momento. Por isso, desde o início da situação de calamidade pública, a Prefeitura de Patos de Minas busca minimizar as dificuldades dessa parcela da população atuando por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. Dentre as ações está a doação diária de pães e leite a cerca de 80 famílias de crianças inscritas no Projeto Viva Cristavo, iniciativa essa que ganhou a parceria do Banco de Alimentos Municipal. 

Segundo uma das responsáveis pelo programa, Elane Diniz, legumes, verduras e frutas doados por produtores rurais da Ceasa estão sendo separados em kits e repassados a essas famílias duas vezes por semana. Ela explica que, em razão da grande quantidade de produtos arrecadados, também está sendo possível beneficiar moradores carentes não inscritos no projeto. “É importante lembrar que a nossa equipe faz a seleção dos alimentos, distribuindo somente aqueles próprios para consumo humano”, acrescenta. 

Em breve, o Banco de Alimentos Municipal atenderá também entidades que assistem pessoas em situação de vulnerabilidade social. Os primeiros passos para essa ampliação já estão em andamento, e as instituições serão procuradas para efetivar o cadastramento. 

Sobre o programa – O Banco de Alimentos tem por objetivo evitar o desperdício de itens alimentícios que, embora não sirvam mais para comercialização, mantêm sua grandeza nutricional. Suas instalações, localizadas nas dependências da Ceasa Regional, foram entregues pela Prefeitura de Patos de Minas à população em abril de 2019.