Uma das novidades é que aulas presenciais de graduação também passam a constar na fase intermediária do programa

As classificações no Minas Consciente para o período de 26 de setembro a 2 de outubro foram publicadas agora há pouco pelo Governo estadual. A macrorregião Noroeste e a microrregião de Patos de Minas permanecem na onda amarela, podendo, assim, seguir em funcionamento as atividades previstas nessa fase do plano. Uma das novidades é que aulas presenciais de graduação também passam a constar nessa etapa do programa, na qual já estão pós-graduação e atividades de ensino extracurricular. 

Essa é a terceira vez consecutiva que a microrregião de Patos de Minas é colocada na onda amarela do Minas Consciente. De acordo com o programa, para passar à última e mais flexível etapa, será necessário permanecer na fase intermediária na nova classificação a ser anunciada na próxima quarta-feira (30). Esse resultado, contudo, está ameaçado considerando os dados epidemiológicos a partir de meados deste mês

Conforme alertado pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 e pela Vigilância Epidemiológica, a tendência de queda no índice de contaminação registrada nos primeiros 15 dias de setembro não perdurou. Patos de Minas e cidades da microrregião, a exemplo de Lagoa Formosa, estão enfrentando crescimento no número de novos casos diários e, assim, a ocupação de leitos, sobretudo clínicos, em hospitais locais também vem aumentando. 

Notícia publicada nesta quarta-feira (23) no portal da Prefeitura de Patos de Minas chama atenção para esse cenário que vem se desenhando e alerta para uma possível piora caso a população local e das demais 11 cidades da microrregião não façam o dever de casa: cuidar de si mesmo para não se contaminar e não contaminar os outros. Segundo relatos de médicos de hospitais privados, “é incontável a quantidade de jovens entre 20 e 25 anos que deram entrada nas unidades esta semana”.