Para que a progressão à fase mais flexível ocorra, os indicadores precisam melhorar

As classificações no Minas Consciente para o período de 3 a 9 de outubro foram publicadas agora há pouco pelo Governo estadual. A microrregião de Patos de Minas permanece na onda amarela, podendo, assim, seguir em funcionamento as atividades previstas nessa fase do plano. A macrorregião Noroeste também manteve-se na etapa intermediária do programa. 

Será a quarta semana consecutiva que os 11 municípios integrantes da microrregião de Patos de Minas ficam inseridos na onda amarela do plano. Caso a região siga assim na próxima avaliação do Comitê Extraordinário Covid-19, prevista para a próxima quarta-feira (7), eles poderão avançar para a onda verde.

Para que essa progressão à fase mais flexível ocorra, no entanto, os indicadores precisam melhorar, uma vez que o número de infectados diariamente voltou a subir em algumas cidades a partir de meados deste mês, a exemplo de Patos de Minas. O Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 e a Vigilância Epidemiológica já alertaram para esse cenário local que vem desenhando. 

A ocupação de leitos em Patos de Minas, que recebe pacientes de localidades vizinhas, também aumentou nos últimos dias. “Os dados mostram que não basta apenas um município fazer o dever de casa, essa missão é coletiva. O resultado de uma cidade influencia para todas”, alerta o coordenador do comitê local, Célio Adriano Lopes.