BARREIRA SANITÁRIA CONTRA O COVID-19

Em uma situação de pandemia como a que estamos vivenciando agora, a criação de barreiras
sanitárias para restringir o fluxo de pessoas possivelmente contaminadas vindas de outros municípios
é uma das medidas para impedir disseminação do covid19.

Patos de Minas irá implantar a barreira sanitária em suas entradas/saídas entre os dias 08 e 14 de junho – feriado prolongado de Corpus Christi e Santo Antônio -, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e o Governo do Estado de Minas Gerais.

Para os residentes do município que estiverem em trânsito, regressando a Patos de Minas, a barreira sanitária será uma oportunidade de triagem para detecção de possível infecção por covid-19. Em feriados a movimentação de pessoas aumenta e o objetivo da barreira sanitária será conter o fluxo de pessoas, autorizando somente a entrada na cidade para questões essenciais (vide abaixo). Não haverá restrição quanto à saída de residentes do município de Patos de Minas. 

A Prefeitura de Patos de Minas anunciou a instalação das barreiras sanitárias no município na manhã de 03 de junho. As explicações foram dadas pela diretora de Vigilância em Saúde, Geize Marques, que relacionou as situações em que os deslocamentos serão permitidos.

“É uma barreira de caráter excepcional e temporário. Nos dias 8 e 9, a fiscalização terá cunho educativo. De 10 a 14, será restritiva. Não haverá restrição quanto à saída de pessoas daqui. Mas, se você tiver mesmo que sair de Patos de Minas, saia com prudência e volte saudável para a nossa cidade”, disse.

Em Belo Horizonte, nos dois primeiros dias de funcionamento das barreiras sanitárias (dias 18 e 19 de maio), aproximadamente 13.200 veículos foram parados e próximo de 26 mil pessoas avaliadas com 136 encaminhamentos para serviços de saúde com suspeita de COVID-19.

USO DE MASCARA

O uso de máscara é uma das medidas de prevenção contra o contágio por coronavírus, além da lavagem das mãos, etiquetas de tosse e espirro, a manutenção do distanciamento social e medidas coletivas adotadas por força da lei  quarentena, lockdown, barreira sanitária etc.).

Quando uma pessoa contaminada (sem uso de máscara) fica próxima de uma pessoa saudável (também sem máscara) a probabilidade de contágio é alta, assim como para uma pessoa saudável com máscara que mantém proximidade com uma pessoa contaminada sem máscara.

Com o uso da máscara por uma pessoa contaminada e próxima a uma pessoa saudável sem máscara a probabilidade de contágio é média. Se ambos (contaminado e saudável) usarem máscara e mantiverem-se próximos, a probabilidade de contágio é baixa (vide abaixo).

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA

Patos de Minas

Patos de Minas, até o dia 05.06.2020 (15:10’) contava com 107 casos positivos de coronavírus, sendo 09 pacientes internados, 70 em recuperação domiciliar, 27 casos tratados e 01 óbito confirmado

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

A ocupação de leitos de UTI adultos em todos os hospitais da rede pública e privada está em 58,82%, sendo que o único hospital que está atendendo covid-19 na rede pública (HRAD) está com 70% dos seus leitos de UTI ocupados (vide gráfico na próxima folha). A capacidade de oferta da rede pública está atingindo o limite, o que gera preocupação, pois tais leitos são compartilhados com o município de Patos de Minas e municípios vizinhos. Nossa curva de casos positivos é ascendente e vem aumentando exponencialmente, o que gera pressão na assistência para que o suporte ao paciente seja adequado ao tratamento da infecção por COVID-19.

Elaborado por: Erivaldo Rodrigues Soares – Matr. 6143 – Enc. de Informações e Estatísticas.
Patos de Minas, 05 de junho de 2020.
Dados sujeitos a alterações.