Dia: 9 de novembro de 2020

Covid-19: ações educativas também fazem parte do trabalho da fiscalização

Apesar de contabilizar número menor de novos casos de Covid-19 nos últimos dias, Patos de Minas aproxima-se da marca de 2.700 notificações confirmadas da doença. Nesta segunda-feira (9), seis pacientes positivos estão internados em UTI e 12 em leitos clínicos. O cenário, segundo profissionais de saúde, ainda não permite diminuir os cuidados contra o vírus, e por isso o trabalho da fiscalização continua, inclusive com ações educativas. Na última semana, por exemplo, os fiscais da Vigilância Sanitária visitaram diversos bares da cidade e entregaram aos proprietários, em mãos, a versão atualizada do protocolo elaborado para o setor.

Processos digitais: novos serviços estão disponíveis para a população

Desde a semana passada, a Prefeitura de Patos de Minas tem recebido, de forma digital, processos para obtenção de Alvará de Construção, Habite-se e Requerimento de Informações Básicas sobre o Imóvel. Além desses serviços, os cidadãos podem solicitar, eletronicamente, cartão de estacionamento para vagas de deficiente e de idoso bem como realizar defesa de autuação (defesa prévia) e requerer recurso de penalidade de multa. A obtenção de Alvará de Licença para Localização e Funcionamento e de renovação do Alvará de Funcionamento também pode ser requerida pela internet. Todos esses serviços estão disponíveis no portal patosdeminas.prefeituras.net, e, para solicitá-los, é necessário cadastrar-se na plataforma.

Covid-19: protocolo proíbe entretenimento no interior do Mercado Municipal

O Mercado Municipal de Patos de Minas não está isento de seguir as medidas contra o novo coronavírus. Assim, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, sob orientação da Vigilância Sanitária, elaborou protocolo específico para melhor orientar proprietários de estabelecimentos e clientes do local que têm insistido em descumprir as normas de segurança. Flagrantes de desrespeito, sobretudo nos fins de semana, levaram ao endurecimento das regras, e a partir de agora estão proibidas atividades de entretenimento no interior e nas adjacências desse tradicional centro comercial da cidade.