A data é um marco para discussões sobre memória e diversidade cultural

Neste 17 de agosto, comemora-se o Dia Nacional do Patrimônio Cultural. A ocasião é importante pois permite reflexões sobre a cultura corporificada em bens materiais e imateriais, os quais ajudam a construir a identidade de um povo. Para celebrar a data, o Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) promove, de 17 a 22 de agosto, debates sobre o patrimônio cultural. A programação poderá ser acompanhada virtualmente pelo YouTube do instituto.

Para o secretário de Cultura de Patos de Minas, Ivan Rosa, a data evidencia o reconhecimento da função do patrimônio cultural na formação da identidade individual e coletiva. “Os bens materiais e imateriais têm papel fundamental na constituição de uma sociedade. Ao reconhecê-los e respeitá-los, é possível rememorar o passado, valorizando o presente e projetando, a partir deles, um futuro melhor para todos”, destacou o representante da pasta.

Com o objetivo de possibilitar discussões acerca da preservação da cultura por meio do patrimônio, o Iepha organiza também a 8ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, que será realizada em centenas de municípios mineiros entre os meses de agosto e setembro. O evento traz como tema Caminhos do Patrimônio: contemporaneidade e novos horizontes. Patos de Minas terá programação especial, marcada pela inauguração do Projeto Museu Vivo e Itinerante e realização do 1º Fórum Municipal de Educação para o Patrimônio Cultural e Difusão. No município, as atividades da 8ª Jornada acontecem em setembro e serão divulgadas oportunamente.