Com o encerramento das atividades do Hospital São Lucas pelo SUS, a Prefeitura de Patos de Minas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem trabalhando para reestruturar os serviços oferecidos à população patense. Além disso, esforços vindos do estado e da União somam-se ao trabalho da prefeitura. Por isso novos fluxos de atendimento foram apresentados hoje pelo prefeito Luís Eduardo Falcão e pela secretária de Saúde, Ana Carolina Magalhães Caixeta. 

Obstetrícia e partos:

O atendimento relacionado à obstetrícia de risco habitual pelo SUS será realizado pelo Hospital São Lucas até o dia 17/10. A partir de segunda-feira (18/10), passará a ser oferecido pela Santa Casa de Misericórdia de Patos de Minas.

A Santa Casa será o pronto atendimento para gestantes de risco habitual. Na unidade elas serão avaliadas e, quando necessário, encaminhadas a um dos hospitais credenciados pelo município de Patos para realização do parto. É importante salientar que nenhuma gestante ficará sem assistência.

Os partos e intercorrências obstétricas de alto risco continuam seguindo o fluxo habitual, com atendimento no Hospital Regional Antônio Dias. 

Agendamento de consultas via Secretaria Municipal de Saúde:

Outro fluxo que será redirecionado é a forma de agendamento de consultas da Secretaria Municipal de Saúde. Hoje, o agendamento acontece com distribuição de cotas, realizada pelas unidades de saúde da família, sem observar, de forma geral, as prioridades por especialidades e o quantitativo de consultas necessário frente à demanda das equipes e da população. 

A partir da próxima segunda-feira (18/10), as USFs utilizarão sistema informatizado para lançar as necessidades detalhadas de cada paciente e de suas consultas. Os dados serão encaminhados para a Central de Marcação (criada pela Secretaria de Saúde), onde profissionais reguladores irão avaliar as prioridades, agendando as consultas de acordo com a gravidade dos pacientes e não mais pelo sistema de cotas por equipe.

Dessa forma a marcação de consultas especializadas acontecerá de forma mais justa e ágil, otimizando e agilizando o serviço das USFs e a resposta ao paciente.

Cirurgias e demandas de exames:

A partir de 18/10, a população que necessitar de atendimento dos setores de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e Alta Complexidade, deverá dirigir-se à USF de referência. 

Para informações sobre cirurgias ou exames e sobre o transporte intermunicipal para tratamento fora de Patos de Minas, os pedidos serão realizados pelas USFs, e os pacientes terão o retorno em até 24 horas, podendo ser requisitado também on-line, por meio do Aprova Digital. 

A mudança aconteceu devido à grande procura nos setores mencionados acima e também à perda de vínculo dos pacientes com suas unidades de atendimento de origem. Com a descentralização e modernização dos pedidos, atenderemos melhor os pacientes e otimizaremos o trabalho dos servidores.