Alas de medicação e observação agora são separadas e estão com toda a estrutura renovada

O prefeito Luís Eduardo Falcão entregou, na manhã desta quinta-feira (7/4), a primeira etapa da reforma da Unidade de Pronto Atendimento, situada no Jardim Peluzzo. Esse trabalho inicial contemplou melhorias na estrutura física da área administrativa e das alas de observação e medicação rápida, sendo que essa última também foi equipada com 40 novas poltronas. 

As obras entram agora na segunda fase, e a previsão é que a reforma em todo o prédio seja concluída em até dois meses. Depois disso entram os trabalhos para ampliação da UPA, medida que permitirá a instalação de mais leitos. O investimento total para executar os serviços na unidade será superior a R$ 1 milhão entre recursos do Ministério da Saúde e contrapartida da prefeitura.

O prefeito não escondeu a satisfação de mais um passo dado a favor da saúde pública municipal. “Desde quando assumimos, temos urgência em reformar a UPA. A população paga com muito esforço os seus impostos, e é muito justo que a gente traga o resultado para quem está na ponta precisando do serviço. É um pouco lento o processo, mas está acontecendo e vai melhorar para quem trabalha aqui e para os pacientes”, disse Falcão.  

Também presente na entrega da primeira fase das obras, a secretaria municipal de Saúde informou que o sistema elétrico de todo o prédio também está sendo melhorado. “A UPA vinha sofrendo com piques constantes de energia, e prejudicava muito a rotina na unidade. O investimento na rede é essencial, e estamos conseguindo fazer”, explicou Ana Carolina Caixeta. 

A titular da Saúde também pediu compreensão à população, uma vez que a reforma acontece sem paralisar o atendimento na UPA. “Não podemos fechar a unidade. Entendemos que a reforma causa transtornos, mas é por pouco tempo. O benefício supera tudo isso com certeza.”