Iniciativa é uma parceria da secretaria com a organização da Semana da Consciência Negra, data recém-instituída na cidade

O saguão da Secretaria Municipal de Educação está especialmente decorado em alusão à Semana da Consciência Negra. No local estão expostas ilustrações que Davi Dallariva criou especialmente para o livro “A Caixa de Dandara”, de autoria da professora e pedagoga da rede municipal de ensino Eliane Alves Silva. Nesta sexta-feira (25/11), a exposição foi levada para a praça em frente à Semed de modo a facilitar e ampliar o acesso dos visitantes.

Também hoje, estudantes da Escola Municipal Prefeito Jacques Corrêa da Costa e das escolas estaduais Zama Maciel, Marcolino de Barros e Antônio Dias Maciel (Normal) participaram de caminhada para chamar a atenção da população quanto à importância de promover a igualdade racial.

Sobre o livro – “A Caixa de Dandara” é um convite para percorrer a história do Brasil a partir das descobertas de uma menina negra que, ao chegar mais cedo na escola, depara-se com uma caixa responsável por apresentá-la à contribuição dos indígenas e afro-brasileiros na formação do país.

A leitura é uma proposição para que as instituições de ensino possam trabalhar a interdisciplinaridade em favor de práticas eficientes de combate ao preconceito racial e racismo. É possível encontrar o livro infantil para empréstimo na Biblioteca Municipal João XXIII ou para compra em diferentes sites.

Durante a exposição na Semed, os visitantes têm a opção de ouvir a narração da história em áudio e/ou baixar o arquivo para leitura pelo código Q.R. disponibilizado no local. Os banners com as ilustrações da obra literária pertencem ao acervo da E.M. Norma Borges Beluco, instituição em que a autora é lotada como professora.

Ao incentivar a exposição, a secretária municipal de Educação, Sônia Silveira, tem o objetivo de valorizar a obra escrita por uma autora patense, mulher negra que busca contribuir para a desarticulação do currículo hegemônico em prol de um outro multicultural. As ilustrações permanecem na Semed até 1º de dezembro.