É aceito qualquer documento que comprove o vínculo ativo do profissional com a escola (carteira de trabalho, contracheque/holerite, contrato de trabalho), preferencialmente acompanhado de crachá. A documentação deve ser impressa, não apresentada no celular.

Quem não possuir os documentos acima citados, pode apresentar declaração ORIGINAL E IMPRESSA emitida pela instituição de ensino com assinatura reconhecida em cartório ou pelo menos com carimbo da instituição de ensino e dados pessoais (CPF e RG) do declarante, o qual fica responsável pelas informações prestadas e sujeito a penalidades em caso de informações falsas.  Essa declaração será retida pela equipe de saúde.

Além de documento que comprove o vínculo empregatício, o trabalhador deve apresentar documento oficial com foto e CPF. Quem tiver cartão de vacina, também deve levá-lo.