Prefeitura retoma projeto de proteção de nascentes com reunião buscando parcerias

Um novo encontro foi agendado para o dia 7 de novembro com o objetivo de formar um comitê gestor que vai aprovar projetos para Patos de Minas em que a Copasa vai investir cerca de R$19 milhões em mudas e cercamento de nascentes
A proteção de nascentes e mananciais hídricos de Patos de Minas foi tema de reunião na prefeitura de Patos de Minas. O prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves recebeu, em seu gabinete, diversos empresários, responsáveis por empresas e entidades, ambientalistas e representante do Ministério Público para o passo inicial na implementação de parcerias compartilhadas para gestão integrada de recursos hídricos, que visa à recuperação e preservação de nascentes das Bacias Hidrográficas dos rios Paranaíba e São Francisco.
Na abertura, o prefeito deu as boas vindas e ressaltou a importância da proteção dos recursos hídricos e as nascentes que estão localizadas no município. “Essa ação é muito importante para o Município e é uma prioridade desta gestão, sendo um compromisso firmado no Plano de Governo. Estamos comprometidos com essa causa e vamos envidar esforços para que possamos atingir nossos objetivos”, esclareceu o prefeito.
Logo após, o prefeito passou a palavra para o Promotor de Justiça da curadoria de Meio Ambiente, José Carlos de Oliveira Campos Júnior, que destacou a importância de um programa efetivo de proteção e recuperação das nascentes e dos recursos híbridos do Município. “Pela importância desse assunto, nós somos parceiros e estamos dispostos a ajudar e fazer tudo o que for possível para auxiliar na implementação do programa, pois é só com parcerias compartilhadas, que é possível fazer essa gestão dos recursos hídricos”, enfatizou o promotor que destacou que todos os cidadãos têm sua responsabilidade em preservar, proteger e conservar os recursos hídricos.
A coordenadora do Programa Socioambiental de Proteção, Preservação, Recuperação e Conservação de recursos hídricos, nas nascentes pertencentes às microbacias dos rios Paranaíba e São Francisco (Pronascentes), Geize Marques, realizou uma apresentação dos diagnósticos dos córregos Canavial, que é afluente do Rio Paranaíba e do Bauzinho, em Pindaíbas, que é afluente do Rio São Francisco. Foram apresentados projetos, inclusive com a possível viabilidade financeira, através de recursos do CNPQ e da compensação que resultará da parceria da linha de transmissão Rio Xingu. Nesse último, dois projetos já foram encaminhados, um que contempla o córrego Bauzinho e outro que vai tratar da microbacia urbana do Córrego Limoeiro.
O projeto “Adote uma Nascente” também foi apresentado. Nele os empresários de Patos de Minas poderão ajudar a preservar e conservar uma nascente dentro do Município e, em contrapartida, obter o “SELO VERDE”, que será implantado em Patos de Minas.
Outros assuntos pertinentes foram tratados e houve a marcação de um próximo encontro para o dia 7 de novembro com o objetivo de formar um comitê gestor que vai aprovar projetos para Patos de Minas em que a Copasa vai investir cerca de R$19 milhões em mudas e cercamento de nascentes.