Restauração do Cruzeiro da Praça Dom Eduardo será inaugurada

Monumento é marco de fundação da cidade e integra o conjunto de bens tombados do município

Bem pertencente ao acervo histórico e cultural de Patos de Minas, o Cruzeiro da Praça Dom Eduardo foi completamente revitalizado, e a obra será inaugurada no domingo, dia 21 de abril. O monumento é o último vestígio urbano material da antiga matriz do então povoado de Santo Antônio da Beira do Rio Paranaíba, sendo marco da fase inicial de formação da cidade.

O serviço realizado incluiu a restauração da cruz, com reintegração da madeira, revitalização da região que fica no entorno da peça, com colocação de Pedra de São Tomé, instalação de epígrafes (com o registro da memória do lugar) e de novo sistema de iluminação. Por tratar-se de bem tombado, o recurso utilizado na obra proveio do Fundo Municipal do Patrimônio Cultural de Patos de Minas (Fumpac). O investimento total foi de aproximadamente R$ 411 mil.

A inauguração ocorrerá após celebração de missa na Catedral, seguida de procissão e bênção dada pelo padre Marcos Vinícius Magalhães Teixeira. A solenidade ocorrerá, portanto, por volta das 8h da manhã.

História – O Cruzeiro da Praça Dom Eduardo é considerado o marco zero da cidade de Patos de Minas. A denominação foi instituída pela lei nº 361, de 24 de maio de 1957, pelo então prefeito Genésio Garcia Rosa.

O local onde se encontra a cruz era conhecido como Largo da Matriz. O primeiro cruzeiro do povoado foi erguido em um pedestal rústico de pedra localizado próximo à porta da antiga matriz em meados do século XIX. De acordo com dados históricos, era vigário da paróquia à época o padre Manoel de Brito Freire. Em 1892, o Cruzeiro foi substituído pelo atual, agora revitalizado.

Após a abertura oficial da Catedral de Santo Antônio em 1954, a cruz foi instalada em uma base mais alta, construída onde hoje é a Praça Dom Eduardo. Com a demolição da antiga matriz, restou o Cruzeiro como um dos símbolos mais antigos da formação da cidade de Patos de Minas.

(Fontes: Inventário de Proteção de Acervo Cultural – Ipac/ EFECADEPATOS https://efecadepatos.com.br/?p=19697)